Internet das coisas, bitcoin, inteligência artificial… Com tantas novidades surgindo exponencialmente, promover inovação dentro das empresas é, sem dúvida, um dos maiores desafios de todo empreendedor.

Neste sentido, abaixo segue uma lista de 6 iniciativas que vão levar você e sua empresa para o caminho da inovação e potencializar os seus resultados.

6 Iniciativas Para Inovar em Sua Empresa

1.   Foque na necessidade do cliente que você atende e não no produto que você vende:

De acordo com Clayton M.  Christensen, professor de administração da Harvard Business School, famoso por seus estudos na área da inovação, o segredo para criar uma inovação relevante é focar no problema que sua empresa resolve e não no produto que ela oferece. Desta forma, a orientação é pensar em formas diferentes e melhores de atender a necessidade do seu cliente.

Um exemplo é a Uber. O foco desta invenção foi atender a necessidade de deslocamento das pessoas. Em nenhum momento o objetivo foi melhorar o serviço oferecido por táxis. A intenção primordial da empresa foi continuar atendendo as necessidades dos clientes, só que de uma forma melhor e mais eficaz.

2.   Tenha projetos e programas focados em gerar inovação:

Isto quer dizer que cada empresa deve possuir um conjunto coerente de processos e estruturas que determinam como a empresa lida com novos problemas e cria soluções, como ela sintetiza as ideias em um conceito de negócio e em projetos de produtos e, por fim, como seleciona os projetos que serão financiados.

Não existe estratégia certa quando o assunto é criar um programa para gerar inovação dentro de uma empresa. Para entender qual a iniciativa ideal para o seu negócio é interessante ouvir as sugestões dos colaboradores, realizar brainstormings com os líderes da organização e investigar quais são as melhores práticas de mercado em empresas do mesmo ramo de atividade.

É relevante dizer que, quando os colaboradores participam destes projetos voluntariamente, a chance do sucesso da iniciativa aumenta consideravelmente.

3.   Estude design:

Ao longo da história, o design foi um processo aplicado a objetos físicos. Hoje essa ciência é aplicada ao mundo dos negócios para solução de problemas complexos, uma vez que este conhecimento permite ampliar sua visão e agregar novas possibilidades de respostas para um mesmo problema, por exemplo. A aplicação deste método no contexto organizacional tem sido a fórmula da inovação das maiores empresas do Brasil e do mundo.

Inclusive, já existem diversos cursos no mercado sobre o assunto, livros e muito conteúdo disponível na internet. Mergulhe neste conhecimento, pois ele levará sua empresa a outro patamar de competência em inovação.

4.   Tenha proximidade com Startups:

No dia a dia das empresas é relativamente fácil reproduzir inovações incrementais que são aquelas melhorias em produtos e processos já existentes, mas é bastante desafiador reproduzir inovações disruptivas.

Inovações disruptivas são criações que não vencem o jogo da competição entre produtos do jeito que ele está sendo jogado. Estas inovações mudam as regras da competição. Uma inovação disruptiva geralmente cria algo que não existia, mas que todos precisavam ou cria algo que agora existe, e que ninguém sabia que precisava.

Um exemplo é o WhatsApp que praticamente substituiu ligações telefônicas. Outro exemplo é o site de reservas Airbnb que vem mudando a forma como as pessoas se hospedam durante suas viagens e, consequentemente, substituindo os tradicionais hotéis. 

Uma alternativa para envolver sua empresa em inovações disruptivas é se manter próximo as startups. Não é por acaso que as maiores empresas do mundo estão no Vale do Silício, que é o berço das mais bem-sucedidas startups do mundo, como: Google, Netflix e Facebook.

As startups são organizações temporárias desenhadas para buscar um negócio escalável e repetível e, o seu modelo de negócio, deve ser inovador.  Para tanto, o modelo de gestão é baseado em busca de alto know how para execução, alta disposição para correr riscos e muita agilidade na mudança de táticas.

É imperativo para as startups arriscar rápido e corrigir rápido o percurso. Existe um nível alto de dificuldade de se reproduzir este modelo de gestão em médias e grandes empresas, em especial devido ao fato destas organizações estarem focadas em alcançar boa performance em seu modelo de negócio atual. Manter-se próximo aos ecossistemas de startups permite ao empreendedor acompanhar as inovações que estão sendo realizadas e trazê-las para a realidade do seu negócio mais rapidamente.

Para se manter próximo as startups, participe de eventos sobre o assunto e busque o ecossistema mais próximo a você. Hoje, as maiores capitais do Brasil já possuem diversos tipos de startups.

5.  Contrate uma consultoria:

É preciso criar uma cultura de inovação, isso significa ter pessoas engajadas em buscar oportunidades nas situações cotidianas, explorando, associando, usando network e outros recursos para promover insights. Para que estas pessoas estejam engajadas é preciso criar iniciativas de gestão voltadas à inovação e a comunicação, o que uma consultoria certamente fará melhor e mais rápido.

Para que uma empresa seja inovadora, as pessoas envolvidas no processo de inovação devem ter coragem de se expor e de errar. Para tanto, o erro deve ser valorizado no processo. Sugere-se que em projetos inovadores, líderes devem estipular que ter sucesso é alcançar 70% do objetivo inicial do projeto.

Promover um ambiente propício ao erro é fundamental para que a criatividade flua. Estudos recentes da neurociência comprovaram que, para que um ser humano consiga criar algo realmente novo, o mesmo precisa estar relaxado, isto é, em ambientes psicologicamente seguros onde os níveis de ansiedade sejam baixos o bastante para que haja condições psicológicas para se inventar e inovar.

6.   Cultive diversidade nas equipes:

Tenha equipes multidisciplinares e que reúna pessoas de diferentes estilos de personalidade e conhecimento. Mantenha os colaboradores rebeldes e questionadores, e estimule opostos a trabalharem juntos.

No processo de inovação um dos principais papéis do líder é promover a diversidade nas equipes fazendo com que as pessoas se complementem. Por isso, somente com uma equipe heterogênea, as diferentes ideias poderão ser incorporadas e soluções realmente originais poderão surgir.